Confira os principais tipos de pneus para veículos

    Powered by Rock Convert
    Facebook - Comentários

    Powered by Rock Convert
    Compartilhe
    Powered by Rock Convert

    Não é segredo para ninguém que os pneus são equipamentos que demandam bastante atenção nos carros. Isso porque eles devem ser de qualidade para garantir a segurança dos motoristas e o bom funcionamento do veículo. Um pneu velho e desgastado, por exemplo, tem menos tração com a pista, tendo mais dificuldade para frear. 

    Além disso, não dar a devida importância para o estado do seu pneu pode custar no seu bolso. O inciso XVIII do artigo 230 da lei nº. 9503/97 prevê infração para quem ”conduzir o veículo em mau estado de conservação, comprometendo a segurança”. A infração é grave, com multa de R$ 195,23. 

    Ficou convencido da relevância de cuidar desse item do seu carro? Então preparamos este artigo para mostrar para você a estrutura de um pneu, como funciona a sua medida, quais os principais tipos de pneus para carros e, por fim, os principais procedimentos que devem ser feitos neles. Confira!

    Qual a estrutura de um pneu?

    Um pneu pode até parecer simples, mas a verdade é que existem diversos elementos neles. A seguir, veja os principais:

    • carcaça: são cabos de fibras têxteis colados na borracha. Tem como principal função garantir a resistência à pressão;
    • talões: são as partes internas responsáveis por fazer com que o pneu não solte do aro;
    • paredes laterais: como o próprio nome sugere, são as laterais do pneu, feitas de borracha;
    • banda de rodagem: é a parte que fica em contato com o solo e que transmite a força do motor em tração;
    • lonas: são feixes de cintas colados sobrepostos para aumentar a área de contato e diminuir a pressão sobre o solo;
    • ombros: são as extremidades da banda de rodagem, responsáveis por garantir segurança em curvas;
    • nervura central: é a parte central da banda de rodagem. 

    Outro aspecto interessante é a medida de um pneu. Tomemos como exemplo o ”175/70R13”. O que isso significa? É muito simples! 175 é a quantidade de milímetros de largura. O número 70 é o percentual em relação à largura que indica a altura. Por fim, 13 é o número de polegadas de diâmetro.

    Quais os tipos de pneus para carros?

    On-road

    São predominantes no asfalto. É feito de modo a favorecer o desempenho do carro. Ele aumenta a área de contato com o asfalto, trazendo maior aderência.

    Off-road

    É mais usado para estradas de terra e de lama. É caracterizado por ter alta frenagem e estabilidade, de modo que resista a esses terrenos irregulares. Ademais, o off-road tem uma carcaça reforçada, uma banda de rodagem maior e sulcos mais largos.

    Misto

    É ideal para os dois tipos de solo. Contudo, tem pontos negativos, como o alto preço, além de promover um grande consumo de combustível e fazer muito ruído em altas velocidades. Portanto, só é recomendado para quem, de fato, usa muito esses dois tipos de solo. 

    Pneus verdes

    Recebem esse nome por serem benéficos ao meio ambiente. O pneu verde é mais leve, durável e gera menos ruído. Ademais, ele consome menos combustível e tem melhor desempenho em pistas molhadas, o que reduz o risco de aquaplanagem

    Quais os principais procedimentos para deixar o pneu adequado?

    Calibragem

    É o procedimento realizado para dar a pressão certa aos pneus. De maneira geral, a calibragem recomendada é 30 psi. Contudo, é sempre bom conferir o manual do veículo.

    Alinhamento

    É o processo realizado para manter as rodas perpendiculares ao solo e paralelas entre si. Caso o seu veículo ”puxe” para um dos lados em uma pista plana, é sinal de que pode estar desalinhado. 

    Balanceamento

    É o procedimento feito para que as rodas girem sem provocar vibrações nos veículos. É fundamental para garantir a durabilidade dos pneus. 

    Rodízio

    É a troca dos pneus do eixo de trás pelos da frente. Como o eixo dianteiro é mais fácil de ser controlado, os pneus mais novos devem ficar atrás, desse modo, compensando o desgaste desigual entre eles. Esse processo deve ocorrer de dois em dois meses. 

    E aí, gostou do texto? Entendeu a importância do bom estado de conservação dos pneus e quais são os principais tipos de pneus para carros? Quer saber ainda mais sobre o assunto? Então baixe o nosso e-book e entenda tudo sobre pneus!

    Facebook - Comentários

    Powered by Rock Convert
    Compartilhe