Conheça os riscos de andar com tanque na reserva!

    Facebook - Comentários

    Compartilhe

    Sumário

    A cena é clássica: você está atrasado para uma reunião e quando olha para o painel do carro percebe o tanque na reserva, mas continua o trajeto. Ao sair do compromisso, recebe uma ligação da esposa para buscar os filhos na escola.

    Você faz tudo correndo com aquele pensamento de que o combustível será suficiente, calculando quantos quilômetros o seu carro faz após o ponteiro entrar no sinal de alerta.

    Apesar de muitos veículos terem uma reserva razoável, que consegue rodar até 80 km, os especialistas são unânimes: é preciso evitar tal situação em razão dos diversos problemas ocasionados pelo baixo nível de combustível no tanque.

    Para você prevenir consequências negativas, vamos mostrar neste post alguns riscos gerados pelo tanque na reserva. Confira!

    Utilidade da reserva de combustível

    A reserva de combustível existente nos carros foi criada para imprevistos ou situações de emergência, como a ida ao hospital na madrugada. Portanto, entrar na reserva em alguns momentos em períodos esporádicos não causa danos no seu veículo.

    No entanto, quem vive observando o ponteiro no vermelho certamente terá sérios problemas. São aqueles motoristas que sempre abastecem de R$20 a R$30, fazendo um verdadeiro ioiô com a reserva. Assim, os riscos de prejuízos serão iminentes.

    Perda da bomba de combustível

    Motoristas que vivem com o tanque na reserva correm o sério risco de perderem a bomba de combustível. Isso porque ela utiliza o líquido para resfriar. Com pouca quantidade, pode ocorrer um superaquecimento.

    Por isso, o indicado é que o motorista sempre mantenha 1/4 do tanque preenchido, nível adequado para o resfriamento, evitando uma queima da bomba.

    Caso você sempre rode na reserva e tenha que trocar a peça, o prejuízo poderá ficar em torno de R$700. Ou seja, é mais prudente entrar no posto mais próximo quando o painel sinalizar o momento de um novo abastecimento.

    Entupimento dos bicos injetores e filtros

    Com o baixo nível de combustível em razão do tanque na reserva, outro problema comum é o entupimento dos bicos injetores e também dos filtros.

    Isso acontece porque a pequena quantidade de combustível faz com que a bomba sugue resíduos sólidos depositados no assoalho do tanque, levando a sujeira aos bicos e filtros.

    Dessa maneira, o seu carro poderá ficar mais fraco, com falhas na partida ou até mesmo morrendo em momentos inesperados, como congestionamentos.

    Multa e perda de pontos na carteira

    Além das falhas técnicas, andar com o tanque na reserva pode deixar você na mão. Caso uma autoridade de trânsito flagre a situação, a multa será de R$85,13 pela infração considerada média, resultando em 4 pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

    Ao deixar o carro na rua ou, até mesmo, no acostamento de uma rodovia, aumentam os riscos de acidentes. Por isso, a dica é você sempre rodar com o nível do combustível adequado, realizar manutenções preventivas e, ainda, contar com os serviços de empresas confiáveis.

    E aí, gostou do nosso post? Então compartilhe agora mesmo em suas redes sociais e ajude mais pessoas a evitar problemas por causa do tanque na reserva!

    Facebook - Comentários

    Compartilhe