Descubra as estradas mais seguras do Brasil!

    Facebook - Comentários

    Compartilhe

    Sumário

    Brasil é o quinto país com mais mortes no trânsito em todo o mundo e, de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), os números são alarmantes: aproximadamente 1,3 pessoas morrem em acidentes de trânsito todos os anos. Além da imprudência na direção, o país conta com um número considerável de estradas em más condições, o que pode causar não apenas acidentes, mas também diminuir a vida útil do seu veículo.

    No texto de hoje, listaremos algumas das estradas do Brasil mais seguras, onde você poderá dirigir com maior tranquilidade e segurança. Assim, será possível adicioná-las às suas rotas para ter a melhor experiência enquanto dirige. Vamos lá?

    Rodovia Castelo Branco (SP-280)

    A Rodovia Castelo Branco é a estrada que liga Espírito Santo do Turvo a São Paulo (capital). As suas ruas são muito bem cuidadas e quase não apresentam buracos. O projeto para a construção dessa estrada é datado do ano de 1961.

    Pela geografia da pista, pelas condições de asfalto e pela sinalização, a rodovia foi eleita a quarta mais segura do Brasil em uma pesquisa da Confederação Nacional do Transporte (CNT) de 2013.

    Rodovia dos Bandeirantes (SP-310/SP-348)

    A estrada liga a capital paulista e a cidade de Limeira. Atualmente, ela é uma das rodovias mais bem cuidadas do Brasil. Também é uma das mais importantes, pois liga o Rodoanel Mário Covas à Rodovia Anchieta, atuando como elo entre os dois maiores polos para importar e exportar produtos do país.

    Ele também é considerada um dos maiores corredores financeiros do país, conectando algumas das regiões metropolitanas mais importantes do estado. Em relação ao turismo, estão instalados em seu entorno grandes parques de diversões, como o famoso Hopi-Hari e o Wet’n Wild.

    Rodovia Dom Pedro I (SP-65)

    É uma autoestrada que conecta o Vale do Paraíba à região metropolitana de Campinas, no interior do estado. Ela tem esse nome porque foi inaugurada em 25 de novembro de 1972, aniversário de 150 anos da independência.

    A estrada apresenta sinalização adequada e um canteiro central gramado e largo, que oferecem mais segurança aos usuários. A via tem três praças de pedágio durante toda a sua extensão: em Itatiba, Atibaia e Igaratá. Em 2 de abril de 2009, foi concedida para a concessionária Rota das Bandeiras, atualmente pertencente ao grupo Odebretcht.

    Rodovia Anhanguera (SP-330)

    Essa estrada liga os municípios de São Paulo e Uberaba. No mês de abril de 2018, a rodovia — considerada a segunda estrada mais bem conservada do país — completou 70 anos de inauguração.

    A via está localizada em uma das áreas agrícolas mais produtivas de todo o Brasil, o que a torna uma das estradas mais importantes e mais movimentadas também, principalmente pelo tráfego entre São Paulo e Campinas.

    Por ser a terceira estrada mais movimentada do Brasil, a Rodovia Anhanguera tem sua sinalização constantemente vistoriada e apresenta pista dupla e faixas adicionais que tornam o trânsito mais fluido.

    Rodovia Brigadeiro Faria Lima (SP-326)

    Por último, temos a autoestrada estadual que conecta os estados de São Paulo, Goiás e Pará. Recentemente, a rodovia foi duplicada, se tornando ainda mais segura.

    O trecho duplicado conta com 17,25 quilômetros de extensão. Essa reforma teve como objetivo promover o desenvolvimento regional, além de melhorar os níveis de serviço, a fluidez da estrada e do tráfego.

    Ao conhecer algumas das estradas do Brasil que são eficientes quando pensamos nos quesitos cuidado e segurança, você poderá começar a utilizá-las para realizar as suas travessias de forma mais segura. Apesar de muitas delas serem mantidas pela iniciativa privada, os gastos extras dos motoristas podem valer a pena se os benefícios forem levados em consideração.

    Quer conhecer mais dicas de como fazer viagens melhores? Baixe agora mesmo o nosso e-book: Pé na estrada: Manual para viagens!

    Facebook - Comentários

    Compartilhe