Perda da CNH: o que fazer se sua carteira for perdida ou roubada?

    Facebook - Comentários
    #wpdevar_comment_1 span,#wpdevar_comment_1 iframe{width:100% !important;}

    Compartilhe

    Sumário

    Muitos brasileiros usam a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) como seu documento principal. Isso ocorre porque, além de confirmar a aptidão para dirigir, ela tem caráter identificatório, já que possui fotografia e número do CPF. Então, o que fazer em caso de roubo ou perda da CNH?

    No post de hoje, aprenda como proceder em tais situações. Acompanhe!

    Quais são os transtornos do roubo ou perda da CNH?

    O primeiro e maior deles é a impossibilidade de dirigir legalmente. Afinal de contas, o real propósito desse documento está em identificar a habilidade do motorista de conduzir um veículo. Portanto, sem a CNH, nada de dirigir por aí!

    Lembre-se de que dirigir sem habilitação configura infração gravíssima, e implica perda de 7 pontos e multa no valor de R$ 880,41.

    O segundo transtorno recai sobre aqueles que utilizavam a CNH como forma de identificação. Será preciso procurar outros documentos, como a carteira de identidade.

    Como proceder nesses casos?

    Fique calmo, não há motivo para desespero diante da perda da CNH. Basta seguir as etapas abaixo para emitir a segunda via. Confira!

    Vá até uma delegacia de Polícia Civil

    Tudo começa na delegacia de polícia, onde será possível informar o extravio ou roubo da sua CNH. Não tente evitar essa etapa, pois ela é fundamental para a sua segurança, já que seu documento pode vir a ser utilizado em delitos.

    Munido do seu CPF e RG, dirija-se até uma delegacia de Polícia Civil e registre um boletim de ocorrência (BO), detalhando a situação.

    Verifique se você está apto à emissão de uma segunda via

    Registrado o BO, você precisa se assegurar de que pode emitir uma nova via da CNH. Isso inclui:

    • estar quite com o Detran, ou seja, sem débitos pendentes, sejam eles tributários ou fiscais;
    • fazer a solicitação no Estado em que sua primeira via foi emitida;
    • estar com a CNH no prazo de validade.

    Caso ela esteja vencida, entre com um pedido de renovação, em vez de solicitar uma segunda via.

    Reúna os documentos necessários

    Se você está em dia com o Detran, é chegado o momento de reunir os documentos abaixo:

    • boletim de ocorrência;
    • cópia e original de um comprovante de residência;
    • carteira de trabalho, passaporte ou RG;
    • CPF;
    • uma foto 3×4.

    Solicite a segunda via

    Em alguns estados, a solicitação pode ser feita virtualmente. No entanto, a alternativa disponível em todo o país é a solicitação presencial. Para tanto, vá ao Detran da sua região com os documentos listados e preencha as atas necessárias à emissão da segunda via.

    Por fim, não se esqueça de que pode ser cobrada uma taxa para a emissão de uma nova CNH. Isso vai variar de um estado para outro, em São Paulo, por exemplo, cobra-se R$ 41,37 para a emissão e, se desejar, R$ 11,00 para o envio pelo correio.

    Se você leu até aqui, já sabe o que fazer em caso de perda da CNH. Então, não se preocupe mais!

    Gostou deste post? Aproveite e veja também os erros que os motoristas cometem ao dirigir na estrada!

    Facebook - Comentários

    Compartilhe